A saúde pública no Brasil é eficiente?

Um texto comparativo saúde pública e privada

Muito se discute sobre a eficiência da saúde pública no Brasil. Será que ela realmente é eficiente? Podemos dizer que a saúde privada é melhor?

De uns anos para cá, as brigas políticas giram em tornos de grandes problemas como violência, corrupção e também saúde. Isso porque é visível a crise atual pela qual a saúde pública no Brasil está passando. A falta de profissionais nos hospitais devido ao problema de pagamento dos médicos e às altas horas de trabalhos exigidas tornam a situação mais complicada a cada ano.

Mas será que a saúde privada está muito acima disso? Com certeza, não tem como dizer que ter um plano de saúde é garantir a perfeição nos atendimentos médicos, mas pelo menos dá para dizer que ainda está melhor do que recorrer ao sistema público.

O maior problema também enfrentado pelas seguradoras de saúde é a impossibilidade de pagar altos salários aos médicos, que por sua vez, acabam preferindo ocupar o consultório com pacientes particulares, que pagam um valor muito maior do que o das operadoras de saúde. Assim, falta também uma variedade e disponibilidade maior de horários para consultas com especialistas.

Mas se o problema é pagar mais, por que as operadoras de saúde e o Governo não pagam mais? A situação não é tão simples quanto pode parecer a quem precisa acordar de madrugada e ficar esperando uma consulta com um medico no posto de saúde ou para quem precisa de uma consulta urgente em um especialista, paga um plano de saúde, mas só consegue horário para a semana que vem. Não há verba disponível para pagar mais a estes profissionais.

O Governo possui outras obrigações com o Estado, Município e País, enquanto que aumentar o salário dos médicos resultaria em um aumento de despesas fixas ao qual o país não está preparado ainda devido aos grandes déficits em outras partes. As operadoras de saúde precisam cobrir taxas, arcar com os pagamentos do administrativo e dos médicos sem poder aumentar muito as mensalidades, já que a concorrência está grande e o consumidor não aceita mais pagar muito.

Mas então, o que é melhor? Mesmo que a saúde privada ainda encontre problemas por falta de uma boa política, a saúde pública ainda deixa muito mais a desejar, pois enquanto você precisa acordar de madrugada para conseguir uma consulta, com um plano de saúde você tem a possibilidade de agendar uma consulta, optar por mais profissionais disponíveis e escolher um consultório que seja mais perto de sua casa.